/

41798.72984-no-celular

Mais aplicativos de celular que auxiliam o Engenheiro Civil

41798.72984-no-celular

Já foi tema do blog anteriormente, e hoje trouxemos mais aplicativos para auxiliar no trabalho do Engenheiro Civil.  Com a tecnologia mobile muito em alta, é importante usá-la como aliada no canteiro de obra para melhorar ainda mais o seu trabalho. Confira aqui mais quatro aplicativos disponíveis para smartphones:

 

  • Engineering Libraries

Engineering-Libraries

 

É um aplicativo gratuito que ajuda os engenheiros civis e profissionais das indústrias da construção civil, com informações sobre diversos materiais como aço, madeira, concreto, solo, etc. Disponível apenas para Android.

 

  • GraphPadPro

preview3

 

Aplicativo voltado ao desenho de engenharia. Ele permite que os usuários criem rapidamente projetos em escala. Um engenheiro pode esboçar um desenho e o aplicativo ajusta automaticamente as linhas e os pontos para trabalhar. Permite adicionar círculos, arcos e dimensões. Também indica a escala do desenho para refletir as dimensões reais do projeto.

 

  • Home Design 3D

134

 

Um aplicativo muito útil quando você estiver em uma visita no cliente e necessitar fazer um esboço do projeto, acomodação dos espaços e recintos. Ele possui muitos materiais e objetos totalmente em 3D, facilitando muito o trabalho.

 

  • Engineering Unit Converter

unnamed

Como existem vários sistemas de unidades no todo o mundo, os engenheiros se deparam com situações que eles têm de converter essas unidades. Executar essa tarefa manualmente para um engenheiro é muito fácil, mas é monótona e cansativa, por isso esse aplicativo é perfeito.

 

 

 

blog-eqmix-construção civil- fortaleza-parede-drywall

Drywall: Paredes sustentáveis e inovadoras

 

blog-eqmix-construção civil- fortaleza-parede-drywall

Quando pensamos em paredes, imaginamos uma estrutura robusta, rígida, forte, feita por blocos ou tijolos assentados com argamassa, que é conhecido como alvenaria. Essa técnica é bastante tradicional, entretanto, outras tecnologias inovadoras estão sendo empregadas nos novos empreendimentos imobiliários, e uma delas são as paredes de Drywall. A tradução do termo significa “paredes secas”,  sendo uma ideia principal do sistema industrializado de paredes internas, formado basicamente por um perfil metálico galvanizado, isolamento e placas de gesso acartonado, que vem facilitando o processo da construção civil por ser fácil, rápido, limpo e econômico.

Quando comparado à alvenaria, o sistema é menos resistente, porém atende aos quesitos de desempenho quanto a peso, impacto, resistência a fogo e a isolamento acústico normatizado pela agência brasileira de normas técnicas (ABNT). Além disso, o material suporta tranquilamente tremores, vibrações, chutes, batidas de portas, choques com móveis, entre outros. Os fabricantes, geralmente oferecem em média garantia de cinco anos do produto, sendo que a vida útil pode ser prolongada se não houver contato direto com a água.

blog-eqmix-construção civil- fortaleza-drywall-2

Existem três tipos de Drywall, que se diferenciam pela cor do cartão na parte interna, visto que a parte externa deve estar virada para o lado do acabamento final. O verde é composto por silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, permitindo a instalação em áreas úmidas como banheiros, cozinhas, etc; o rosa é mais resistente ao fogo, por isso pode ser aplicado próximo a fontes de calor como fogões; e o branco é o básico, usado em ambientes secos.

A instalação é rápida e feita por poucos profissionais, e em um dia, dois profissionais conseguem erguer aproximadamente 30 metros quadrados de paredes. Para serem instaladas, primeiro colocam-se as guias metálicas no piso e no teto que sustentarão os perfis de aço galvanizado. O segundo passo é o tratamento das juntas com massas e fitas específicas, a fim de reforçar o ponto e deixá-lo mais lisas. E, por fim, o acabamento, que pode ser feito com pintura, cerâmica, madeira, etc.

O custo varia dependendo do tamanho e da dificuldade do projeto, variando entre R$ 55,00 a R$ 130,00 o m². Outro ponto, é que o projeto pode ser orçado com exatidão, evitando perdas e sujeira. A menor espessura do material garante um espaço mais amplo e a facilidade de reformas, todo conforto e sua praticidade podem ser atrativos para um cliente em uma possível compra.

O conforto acústico e térmico já é proporcionado pelo sistema por si só, pois em seu interior há uma bolsa de ar, contudo pode ser aperfeiçoado pelo preenchimento com os forros especiais que alcançam altos índices de proteção acústica através da lã mineral, também existem forros que contribuem com uma maior retenção de odores.

 

Electricity-From-Water-Pipes-LucidPipe-Power-System-581x214

LucidPipe: Tecnologia em Tubagens de Redes de Abastecimento de Água Para Gerar Eletricidade

 

Electricity-From-Water-Pipes-LucidPipe-Power-System-581x214

Uma cidade dos Estados Unidos criou uma promissora tecnologia que permite gerar eletricidade aproveitando a energia dos escoamentos em tubagens de redes de distribuição de água. O sistema foi desenvolvido pela Lucid Energy – empresa norte-americana que fabrica equipamentos para o setor das energias renováveis- e é capaz de produzir eletricidade de forma limpa, fiável e sustentável.

A tecnologia, batizada de LucidPipe, faz uso de secções de tubagens dotadas de turbinas de eixo vertical, localizadas no seu interior, ligadas a geradores acoplados ao extradorso. Estas secções são integradas, idealmente, em ramais gravíticos de diâmetro igual ou superior a 60 cm, de redes de abastecimento de água ou de transporte de efluentes líquidos.

Ao contrário de outros sistemas de aproveitamento de energias renováveis, esta tecnologia que será utilizada em Portland permite uma geração constante de eletricidade, uma vez que é aplicada em um ambiente relativamente controlado, não dependendo de mudanças do clima, incluindo a intensidade do vento ou da luz solar.

O equipamento também é vantajoso por ser de fácil instalação e integração em novos projetos ou infraestruturas existentes e, em oposição a outras tecnologias de hidroeletricidade, não promove impactos ambientais.

Além disso, de acordo com a Lucid Energy, o equipamento pode ser utilizado numa gama alargada de condições, volumes e velocidades de escoamento. A quantidade de eletricidade gerada depende, naturalmente, daquelas condições. Por exemplo, numa tubagem com 150 cm, com uma velocidade de escoamento de 2 m/s e 276 kPa (aprox. 40 psi) de excesso de pressão, uma única unidade LucidPipe é capaz de produzir 100kW de energia e dissipar 35 kPa (aprox. 5 psi) de pressão do sistema. A utilização de múltiplas unidades LucidPipe no mesmo trecho de tubagem tem, potencialmente, a capacidade de gerar vários milhares de megawatt hora de eletricidade limpa.

O projeto, cuja execução começou no início de 2015, deverá permitir a produção de mais de dois milhões de dólares de eletricidade durante as próximas duas décadas.

 

blog-eqmix-construçao-civil-software-capa

Softwares: Os melhores programas de computador para a construção civil

blog-eqmix-construçao-civil-software-capa

Já falamos sobre aplicativos para smartphone que auxiliam o trabalho do engenheiro na construção civil. Hoje vamos falar dos softwares mais utilizados no computador. Os programas desenvolvidos, e aperfeiçoados com o tempo, servem como instrumentos eficientes na otimização do trabalho no que diz respeito à qualidade e praticidade.

O desenvolvimento de novos softwares e o aperfeiçoamento dos já vem trazendo ainda mais benefícios para quem trabalha na construção civil e, por isso, trouxemos alguns para voc~e conhecer:

AutoCAD

blog-eqmix-construçao-civil-software-autocad

O AutoCAD é um software do tipo CAD (desenho assistido por computador) produzido pela Autodesk. Criado em 1982, foi o primeiro do gênero a ser executado em computadores domésticos o que veio a ser um fator chave para a sua grande popularização. Utilizado para a elaboração de desenho técnico em duas dimensões e para a criação de modelos tridimensionais, o software vem disponibilizando também, em suas versões mais recentes, vários recursos para a visualização em diversos formatos.

Atualmente, desponta como um dos softwares mais utilizados por profissionais de diferentes áreas com dezenas de ramificações totalmente independentes

Excel

blog-eqmix-construçao-civil-software-excel

O Excel é um programa de planilha eletrônica muito conhecido, e desenvolvido pela Microsoft para Windows, que pode ser utilizado para calcular, armazenar e trabalhar com lista de dados, criar relatórios e gráficos, sendo recomendado para planejamentos, previsões, análises estatísticas e financeiras, simulações e manipulação numérica em geral.

Por ser um programa escrito para Windows, tem acesso a todas as funções que o ambiente proporciona, como por exemplo, a troca de dados entre aplicativos (Word, PowerPoint, etc). É, com grande vantagem, um aplicativo de planilha eletrônica dominante, disponível para essa plataforma desde a versão 5 em 1993.

Ftool

blog-eqmix-construçao-civil-software-ftool

O FTOOL, idealizado pelo professor Luiz Fernando Martha, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), e desenvolvido, inicialmente, em 1991, é um programa de domínio público destinado ao ensino do comportamento de estruturas e ao cálculo estrutural de pórticos planos, treliças, vigas, entre inúmeras outras estruturas da Engenharia Civil. Do seu objetivo básico decorre a necessidade do FTOOL ser uma ferramenta simples, unindo em uma única interface recursos para uma eficiente criação e manipulação do modelo (pré-processamento) aliado a uma análise rápida e transparente da estrutura e a uma visualização de resultados rápida e efetiva (pós-processamento).

 

MATLAB


blog-eqmix-construçao-civil-software-matlab

MATLAB (Matrix Laboratory) é um software interativo de alto desempenho, voltado para o cálculo numérico. O software foi criado no fim dos anos 1970 por Cleve Moler e integra análise numérica, cálculo com matrizes, processamento de sinais e construção de gráficos em ambiente fácil de usar onde problemas e soluções são expressos somente como eles são escritos matematicamente, ao contrário da programação tradicional.

O MATLAB é um sistema interativo cujo elemento básico de informação é uma matriz que não requer dimensionamento. Esse sistema permite a resolução de muitos problemas numéricos em apenas uma fração do tempo que se gastaria para escrever um programa semelhante em linguagem C/C++. Além disso, as soluções dos problemas são expressas quase exatamente como elas são escritas matematicamente.

 

bricklaying-robot-Hadrian

Hadrian: O robô capaz de instalar mais de mil tijolos por hora!

 

bricklaying-robot-Hadrian

 

 

Alguns dizem que um dia os robôs irão dominar várias áreas, inclusive o da construção civil. Então, será que a mais recente criação da companhia australiana Fastbrick Robotics seria o primeiro passo para este futuro?

A criação desses australianos foi chamada de Hadrian, um robô “pedreiro”,  batizado em referência ao imperador romano Adriano (responsável, entre outras grandes obras, pela reconstrução do Panteão de Roma), o robô ainda não passa de um protótipo, mas já é capaz de assentar mil tijolos por hora.

A companhia afirma que Hadrian consegue ser até 20 vezes mais rápido que um humano na realização da mesma tarefa. Com isso, estima-se que os muros de uma casa médias podem ser erguidas em dois dias.

Além disso, ele também pode transportar, rotacionar e cortar tijolos de variados tamanhos com grande precisão. O robô está sendo preparado até mesmo para preparar espaço para passagem de canos de água e dutos de eletricidade.

Como qualquer tecnologia que se propõe a substituir trabalho humano, o projeto também traz questionamentos sobre risco de desemprego. A Fastbrick acredita, no entanto, que o robô não vai tirar vagas de trabalho do mercado, pelo menos não de modo expressivo.

A Fastbrick já investiu 7 milhões de dólares australianos no projeto. A companhia espera lançar a primeira versão comercial do Hadrian em 2016, embora não tenha dado estimativa de preço.

 

Confira um pouco mais sobre esta invenção neste vídeo:

 

Roadway_with_Lights_and_Reflection2

Solar Roadways: A estrada do futuro

Roadway_with_Lights_and_Reflection2

Uma ideia que pode ser simples e muito benéfica para o nosso planeta foi pensada por um casal de estadounidenses. Eles imaginaram como seria se todas as rodovias, estacionamentos, calçadas, ciclovias e parques infantis pudessem ser recobertos por placas fotovoltaicas que transformassem o calor do sol em energia elétrica. E, com certeza, a quantidade de energia limpa gerada seria muito maior.

Denominada de Solar Roadways (rodovias solares), consiste em  uma estrada  que é construída no lugar do asfalto utilizando painéis solares. Eles vão gerar energia, que por sua vez alimentará a rede elétrica. Desse modo, o combustível é conservado duas vezes: os carros elétricos seriam alimentados com a energia produzida pelos painéis e os painéis substituiriam o uso do asfalto, cuja produção exige petróleo.

Além disso, as rodovias seriam aquecidas e equipadas com telas LED integradas, que atuam não só como marcadores rodoviários, mas podem exibir os alertas diretamente na estrada.

eqmix-blog-construçao-estrada-solar2

A composição de um painel é sempre a mesma e consiste de três partes: por cima uma camada translúcida e resistente composta por painéis solares, luzes de LED e aquecedores. Abaixo vem uma camada de controle, onde um microprocessador aciona as luzes e se comunica com os painéis da estrada. Finalmente na base há uma placa que garante que a corrente elétrica coletada seja distribuída para residências e postos que carregam carros elétricos. Além disso, há espaço para outros cabos, como de TV ou de linhas telefônicas.

Porém, a maior dúvida para a eficácia do projeto ainda é a segurança. Dirigir ou andar sobre a película de vidro é completamente diferente do que no asfalto, que é projetado especificamente para aumentar a tração e o atrito. O DOT (Departamento de Transporte dos EUA) diz  que a “Solar Roadway” ainda precisa passar por vários testes antes de ser aprovada.

6833279-taipei-pictures

Terremotos: Tecnologia usada para deixar edificações mais resistentes.

eqmix-blog-prédio-terremotos-tecnologia

 

Caso não recorrente no Brasil, mas que preocupa muitos outros países do mundo, os abalos sísmicos, mais conhecidos como terremotos, causam destruição por onde passam. E o Japão, que é o país que mais sofre com isso, sempre tenta buscar alternativas para que esses abalos não afetem tanto as suas cidades e a sua população.

E uma dessas alternativas que os japoneses encontraram foi a construção de edifícios mais resistentes, que agem tornando estruturas rígidas corpos dinâmicos altamente resistentes.

terremoto-taipei

 

Ao se projetar uma edificação resistente a abalos sísmicos de alta magnitude, a preocupação se inicia na fundação do edifício. Nos alicerces de tais prédios são instalados amortecedores eletrônicos, que podem ser controlados à distância. Em prédios mais simples, utilizam-se amortecedores de molas similares à suspensão de veículos.

 

 

Além disso, faz-se uso de materiais especiais capazes de amortecer os impactos nas junções de lajes, vigas, pilares de concreto e estruturas de aço. Esses materiais ajudam a dissipar energia quando a estrutura se movimenta em direções opostas, fazendo com que a estrutura não entre em colapso.

Uma das partes mais importantes dos prédios resistentes a fortes terremotos é um pêndulo enorme instalado na parte mais alta da edificação. O pêndulo funciona como um sistema de contrapeso inercial: uma bola suspensa pesada o bastante para movimentar o prédio no sentido contrário às vibrações ocasionadas pelo terremoto atenua o movimento e deixa a estrutura relativamente estável.

Embora a tecnologia já desenvolvida aplicada a prédios em regiões com alto índice de tremores de terra seja capaz de resistir a abalos de alta magnitude, estudos continuam sendo desenvolvidos em algumas universidades do mundo para que a técnica seja aprimorada e se consiga estruturas ainda mais resistentes.

 

14261852450

4 aplicativos que facilitam o trabalho de um engenheiro.

14261852450

 

Que a tecnologia é nossa aliada, se usada de forma correta, a gente sabe muito bem. Hoje, existem milhares de aplicativos que podem ser de grande utilidade para os engenheiros, que facilitam nossa vida porque colocam o essencial na palma da nossa mão.

Confira algum desses aplicativos que vão ajudar muito no seu trabalho:

 

1- Autodesk® AutoCAD 360

blog-eqmix-aplicativos-engenheiro-Autocad2

Criar, editar, visualizar desenhos são ações bem simples de realizar com este aplicativo. Sem dúvidas, o Autodesk AutoCAD 360 facilita a sua vida na hora de ir para a obra. O melhor dele é que você pode usá-lo quando estiver offline e depois carregar todas as atualizações quando estiver conectado.

 

2- iCiruit

apps.35017.9007199266357159.26a4f972-e81c-4d14-b77b-5236eb6bc39f

Usado principalmente por engenheiros eletricistas, você consegue simular os circuitos a serem utilizados no seu projeto. Basta inserir as informações, que o aplicativo mostrará instantaneamente se o seu projeto dará certo ou não.

 

3- AutoDesk Force Effect

blog-eqmix-aplicativos-engenheiro-forceffect

Um simples, rápido e intuitivo app para o uso profissional, porém também serve para ajudar nos estudos de isostática, mecânica dos fluídos, teoria das estruturas e em outras disciplinas. Permite o desenho de estruturas à mão livre, bem como o posicionamento de apoios móveis, fixos e engastes, cargas pontuais e distribuídas, e gera os diagramas de esforços solicitantes das estruturas, além de muitas outras funções

 

4- iEnginner

Sem título

Você pode argumentar que nunca precisou decorar esses dados porque sempre teve um lugar para consultá-los. Afinal, memorizar medidas e combinações de parafusos e porcas, por exemplo, é uma tarefa complicada. Mas, e se toda essa informação (e algumas outras) estivessem à distância de um clique? Essa é a proposta do iEngineer.

 

Essas são apenas algumas opções de aplicativos que podem ser utilizados na profissão de Engenheiro.

 

 

 

eqmix-blog-estrada-garrafa-holanda

Plastic Road: Uma alternativa sustentável para rodovias.

eqmix-blog-estrada-garrafa-holanda

 

Por que não usar plástico reciclado como uma alternativa para a construção de vias?  Pode até não ser uma alternativa viável para você neste exato momento, mas uma construtora holandesa quer colocar isto em prática. A Volker Wessels tem planos de utilizar o material em um projeto piloto na cidade de Roterdã. Enquanto a ideia ainda está num estágio conceitual, a empresa garante que suas estradas de plástico podem ser postas em prática dentro de três anos.

O Projeto denominado Plastic Road, que no português significa “estrada de plástico”, usa apenas materiais reciclados para a produção da estrada, que podem ser pré-fabricadas. Além disso, sua construção também seria muito mais rápida, podendo durar semanas em vez de meses para ser concluído.

E se você pensava que este tipo de obra só poderia ser realizado em países com clima frio, a construtora afirma que o material resiste a temperaturas superiores a 80°C!

Pra quem não vê muita vantagem neste tipo de construção, que hoje ainda podemos chamar de alternativa, ela se utiliza de um material que causaria um impacto ambiental muito inferior, pode ter maior durabilidade, exigiria menos manutenção , além de resistir à temperaturas elevadas.

 

A superfície de plástico reciclado pode ser construída fora do local e, em seguida, entregue aonde quer que seja necessário – o que significa menos tempo de transtorno em estradas, e menor impacto sobre o meio ambiente, em termos de transporte de matérias-primas . Ainda, a área abaixo da linha da superfície poderia ser desenvolvida para oferecer uma condução ultrasilenciosa ou até mesmo aquecimento integrado (neste caso, bastante útil para regiões com tempestade de neve).

Essa inovação mostra como podemos nos adaptar, com saídas sustentáveis, e conseguir agredir menos o nosso meio ambiente, com soluções que podem ser bem melhores das quais utilizamos hoje.

 

construção civil- blog -eqmix- dispositivosmóveis

Dispositivos móveis: O seu maior aliado no canteiro de obras

construção civil- blog -eqmix- dispositivosmóveis

 

Já se falou muito aqui sobre a importância da tecnologia como aliada para a construção civil. O ramo da construção civil traz muitas complexidades e detalhes nos projetos que envolvem,  e por isso todos aqueles que gerenciam e observam as obras tem que estar organizado e a par de todos os detalhes.

É para auxiliar nesta organização que as novas tecnologias  tem sido inseridas na área,  e é por isso que o uso de tablets e smartphones são muito indicados para ser seu aliado na hora do trabalho. Expomos aqui alguns motivos que mostram como o uso desses instrumentos são benéficos para o trabalho na construção civil.

  • Cumprimento de prazos:

O descumprimento dos prazos é uma situação que gera muita dor de cabeça para os que estão envolvidos com a obra, pois pode gerar multas e pode levar prejuízos para a empresa e, por conta disso, o tempo é algo decisivo no processo da construção. Com o uso de dispositivos móveis, o profissional que está à frente da construção vai ficar mais informado de faltas de insumos em estoque, problemas no andamento das operações ou demais contratempos que podem ocorrer no canteiro de obras. Além disso, vai poder gerenciar tarefas à distância e decidir com mais agilidade e confiança, pois terá acesso a tudo em tempo real.

  • Acesso a informações:

Acessar tantos conteúdos de qualquer lugar e em dispositivos como tablets e smartphones possibilitam que o gestor sugira estratégias e avalie as tarefas de acordo com as informações que lhe são passados desde o canteiro de obras. Os usuários dos sistemas móveis de gestão e monitoramento podem se conectar a recursos internos da empresa quando necessário, ao mesmo tempo em que acessam diversas outras ferramentas e controles, independentemente do local onde estiverem.

  • Segurança:

Com o uso de tablets e smartphones, a comunicação será mais constante, sendo mais fácil manter a disciplina no canteiro de obras, reforçar o emprego de EPIs e dos demais métodos de proteção. Também há a redução de desencontro de informações, e a s inspeções podem ser muito mais ágeis, levando informações mais sólidas para o gestor.

 

A inovação tecnológica pode trazer muitos benefícios para sua empresa. Busque conhecer mais sobre soluções de mobilidade e invista nelas!

 

eqmix-blog-mercado-construcao-civil

Construção Civil: Qual a sua importância para a economia do país.

eqmix-blog-mercado-construcao-civil

No âmbito da economia geral do país, os resultados dos últimos meses não são nadas satisfatórios, mas, neste mês de Junho a área da construção civil, que veio de várias baixas seguidas, conseguiu-se manter estável.

O Índice de Confiança da Construção manteve-se com variação de 0,1%. O índice chegou a 73,5 pontos, ficando abaixo da média dos últimos 60 meses, que é de 118,3 pontos. No mês anterior, houve recuo de 4,7%, com 73,4 pontos. A estabilidade reflete a melhora de um dos componentes do indicador da construção, o Índice de Expectativas, que subiu 3%, após uma queda de 4% em maio.

Com isso, os empresários mostraram-se mais otimistas com a possibilidade de uma situação econômica melhor daqui a seis meses.

Observando esses fatores, entra-se na discussão: o quanto a área da construção civil é importante para a economia do país? Em todos os ramos da economia, o que mais tem capacidade de elevar a taxa de crescimento do produto, do emprego e da renda no curto e médio prazo, é a construção civil. Dada a sua capacidade de absorção do grande contingente de mão de obra, com pouca ou sem nenhuma formação, pode ajudar a diminuir significativamente as taxas de desemprego em momentos de crises econômicas.

A construção civil pode ser crucial para elevar a capacidade de produção da economia em geral. Ela não produz máquinas e equipamentos, e nem eleva diretamente a formação técnica das pessoas, mas produz prédios,  estradas, portos, aeroportos, casas, escolas, faculdades e mais uma infinidade de tipos de construções que elevam direta ou indiretamente a capacidade de produção da economia, e a geração de empregos.

Os incentivos à construção civil são muito importantes para a economia e para o país ter mais condição e capacidade de elevar a sua produção e seus resultados positivos.

eqmix-blog-bim-ferramenta-construçao-civil

BIM: Usos e benefícios para a Construção Civil

eqmix-blog-bim-ferramenta-construçao-civil

 

Esta ferramenta muito utilizada no Mundo e em recente uso no Brasil, representa uma nova geração de ferramentas CAD inteligentes que gerenciam a informação da construção no ciclo de vida do projeto. O Building Information Modeling foi criada para reduzir erros e aumentar a troca de informações entre todos os envolvidos no projeto, fazendo com que a confiabilidade das informações geradas no processo sejam maiores.

O uso do BIM pode acelerar o processo da obra, além de ajudar na manutenção do orçamento,  permitindo assim a exploração de mais alternativas sem sobrecarregar a atividade de orçamento. Resumindo: Com ferramentas BIM, ao modificar o projeto em 3D, da mesma forma que todos os desenhos de documentação (plantas, cortes e detalhes) são automaticamente atualizados, os quantitativos também são instantaneamente recalculados. Isso permite que a análise de custos se estenda por todas as fases do empreendimento, apoiando o processo de decisão.

Aqui no Brasil ainda existe uma certa dificuldade para a implementação desta ferramenta, um deles é a falta de padrões de classificação que é bem diferente da utilizada nos EUA, por exemplo. Outro problema é a necessidade de maior desenvolvimento e melhorias de processos e padronizações dentro dos empreendimentos que estabeleçam qual o nível de detalhe para a modelagem que deve ser adotado em cada fase do projeto.

Outras dificuldades percebidas no nosso mercado é a falta de um profissional especializado para gerenciar melhor a ferramenta, o chamado Gerente BIM (BIM Manager), que é o responsável pela organização.

Mesmo com alguns obstáculos a serem enfrentados, o BIM está sendo introduzido ao nosso mercado aos poucos. Por suas muitas vantagens potenciais, tem atraído cada vez mais a atenção dos profissionais de AEC [arquitetura, engenharia e construção] no mundo todo e também no Brasil. À parte de alguns esforços organizados de associações profissionais, o que se vê são iniciativas individuais de escritórios de projetos, grandes incorporadoras e construtoras no sentido de experimentar essa tecnologia no Brasil, procurando utilizá-la em projetos-piloto.

construcao-automatica-01

Impressora 3D: Grande aliada da construção civil

construcao-automatica-01

Nos últimos anos a impressão 3D explodiu como uma tendência nos EUA e na Europa, sendo sido utilizada por vários ramos da indústria para construir tudo o que se possa imaginar, desde próteses humanas até chocolates . A tecnologia é utilizada em diversos ramos de produção, para a construção de materiais, como em joalheria, calçado, design de produto, arquitetura, automotivo, aeroespacial e indústrias de desenvolvimento médico.

Com o aumento do uso dessa impressora, a construção civil também não ficou parada. Hoje já existem métodos de construção de casas, e até edifícios, inteiramente baseados em peças confeccionadas com impressoras 3D.

A impressão 3D, também conhecida como prototipagem rápida, tem três principais vantagens ambientais: em primeiro lugar, há pouco desperdício, já que só utilizado o material necessário. Outro ponto é que a mesma máquina pode construir muitas coisas diferentes. Por fim, as impressoras criam produtos a partir de arquivos digitais de design que são fáceis de transmitir por via eletrônica. Ou seja, peças e produtos podem ser impressos exatamente no local de venda, reduzindo a necessidade de transporte.

Um exemplo para a construção civil é o Contour Crafting: um processo de construção que utiliza um dispositivo semelhante à uma impressora 3D, e que permite construir paredes, lajes, pilares e outros elementos para a construção de edifícios. Criada pelo professor Behrokh Khoshnevis, da Universidade da Califórnia do Sul, a tecnologia baseia-se na fabricação por camadas, na qual um mecanismo extrusor de injeção, movido por um sistema de posicionamento robótico controlado por computador, aplica argamassa em sucessão, de acordo com a geometria do projeto a executar.

O ritmo de aplicação dos materiais leva em conta o tempo de secagem, a trabalhidade do material, entre outros. Além disso, graças aos múltiplos reservatórios e condutas de injeção, o sistema permite a alternância entre materiais, sem a necessidade de parar o processo para troca ou lavagem do injetor.

Também é vantagem pela capacidade do sistema de adicionar elementos como armaduras de aço, pavimentos e azulejos, bem como a instalação das condutas de redes de água, energia e comunicações e a capacidade de realizar a pintura automática final da estrutura.

Com isso, vê-se que o Contour Crafting é uma tecnologia bem completa, assim como outras que já existem por aí, a partir da impressora 3D para a construção civil. Isso mostra que, no futuro, a área da construção pode tender cada vez mais a essa “nova” tecnologia.

Contato




Localização