/

shutterstock_121786153-20140320-085127

Engenharia e Administração: Como elas podem ser aliadas?

shutterstock_121786153-20140320-085127

 

Muitas profissões, incluindo a do engenheiro civil, acreditam que a sua formação é o bastante para tocar o seu trabalho. Mas, o que muitos não sabem, é que a administração é muito importante para que o negócio seja eficiente e obtenha sucesso.

Gerenciar recursos humanos e materiais, cumprir prazos, atingir os níveis de qualidade estipulados por norma, ter controle financeiro, atingir as metas do cronograma da obra, estão entre outras inúmeras responsabilidades que um Engenheiro deve  ter, onde envolve: organização, planejamento,  direção e controle,  que são ramos essenciais na Administração.

  • Organização:

A elaboração de cronogramas, organização do layout do canteiro e a divisão de tarefas, são processos que ajudam a obter os resultados planejados, além de melhorar o seu trabalho e diminuir os desperdícios.

  • Planejamento:

Nas obras, é muito importante definir prazos para todas as etapas da obra, tanto para organizar o trabalho, quanto para não criar problema com o cliente. Além disso, o planejamento também é importante para a questão financeira, onde se tem uma noção de quanto pode ser gasto. Também é importante elaborar os projetos, definir recursos e fornecedores com antecedência para que tudo dê certo.

  • Direção:

Esse é um dos mais importantes, pois o engenheiro deve estar preparado para tomar decisões rápidas e eficientes para qualquer eventual problema que possa acontecer na construção e, por isso, os objetivos e os planejamentos devem estar sempre alinhados.

  • Controle:

Envolve todos os projetos anteriores, e mede se os resultados finais foram de acordo com aqueles planejados e esperados. E, por isso, existe o engenheiro civil fiscalizador, que trabalha para corrigir todos os erros e problemas do canteiro de obras pra que no fim dê tudo certo.

Aliar os dois ramos pode ser sinônimo de muita economia e sucesso no final da sua obra, além de tornar um profissional ou uma empresa completa.

 

Construção Civil: Construindo sonhos e gerando crescimento

eqmix-blog-construcao-civil-brasil

Domingo é comemorado o dia da Construção Civil e, por isso, é importante ressaltar a importância que este profissional exerce na vida de toda uma população, e para a economia do país.

A construção civil fabrica casas, prédios, aeroportos, estádios, portos, faculdades, escolas; constrói estradas e uma infinidade de obras que impulsionam a economia brasileira e a sociedade, enaltecendo o bem estar da população, esforçando-se para dar melhores condições de vida.

Além disso, a construção civil tem uma grande importância para a economia do brasil. Ela é responsável por 6% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil. Isso mostra que este setor é um importante “motor” econômico, com grande capacidade de movimentar a economia, gerar riquezas e empregos.

Uma forma de aumentar a participação desse setor no nosso país, é aumentar os incentivos. Um país como o nosso, com uma grave carência na infraestrutura, pode ser uma alternativa para tanto aumentar as oportunidades da construção civil, assim como melhor a situação de infraestrutura básica para a população. Só que, para isso, é importante que haja vontade política e subsídios para que isto possa se tornar realidade.

Outra vantagem da construção civil é o fato de ser um setor econômico praticamente nacionalizado, isto é, apenas 2% do total dos insumos (materiais, equipamentos e serviços) utilizados na construção são importados. Isso significa que a construção civil pode se desenvolver sem depender da situação da economia mundial, e também que seu crescimento não vai acarretar aumento de gastos com importações para o país.

eqmix-blog-mercado-construcao-civil

Construção Civil: Qual a sua importância para a economia do país.

eqmix-blog-mercado-construcao-civil

No âmbito da economia geral do país, os resultados dos últimos meses não são nadas satisfatórios, mas, neste mês de Junho a área da construção civil, que veio de várias baixas seguidas, conseguiu-se manter estável.

O Índice de Confiança da Construção manteve-se com variação de 0,1%. O índice chegou a 73,5 pontos, ficando abaixo da média dos últimos 60 meses, que é de 118,3 pontos. No mês anterior, houve recuo de 4,7%, com 73,4 pontos. A estabilidade reflete a melhora de um dos componentes do indicador da construção, o Índice de Expectativas, que subiu 3%, após uma queda de 4% em maio.

Com isso, os empresários mostraram-se mais otimistas com a possibilidade de uma situação econômica melhor daqui a seis meses.

Observando esses fatores, entra-se na discussão: o quanto a área da construção civil é importante para a economia do país? Em todos os ramos da economia, o que mais tem capacidade de elevar a taxa de crescimento do produto, do emprego e da renda no curto e médio prazo, é a construção civil. Dada a sua capacidade de absorção do grande contingente de mão de obra, com pouca ou sem nenhuma formação, pode ajudar a diminuir significativamente as taxas de desemprego em momentos de crises econômicas.

A construção civil pode ser crucial para elevar a capacidade de produção da economia em geral. Ela não produz máquinas e equipamentos, e nem eleva diretamente a formação técnica das pessoas, mas produz prédios,  estradas, portos, aeroportos, casas, escolas, faculdades e mais uma infinidade de tipos de construções que elevam direta ou indiretamente a capacidade de produção da economia, e a geração de empregos.

Os incentivos à construção civil são muito importantes para a economia e para o país ter mais condição e capacidade de elevar a sua produção e seus resultados positivos.

Contato




Localização