/

Construção Civil: Construindo sonhos e gerando crescimento

eqmix-blog-construcao-civil-brasil

Domingo é comemorado o dia da Construção Civil e, por isso, é importante ressaltar a importância que este profissional exerce na vida de toda uma população, e para a economia do país.

A construção civil fabrica casas, prédios, aeroportos, estádios, portos, faculdades, escolas; constrói estradas e uma infinidade de obras que impulsionam a economia brasileira e a sociedade, enaltecendo o bem estar da população, esforçando-se para dar melhores condições de vida.

Além disso, a construção civil tem uma grande importância para a economia do brasil. Ela é responsável por 6% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil. Isso mostra que este setor é um importante “motor” econômico, com grande capacidade de movimentar a economia, gerar riquezas e empregos.

Uma forma de aumentar a participação desse setor no nosso país, é aumentar os incentivos. Um país como o nosso, com uma grave carência na infraestrutura, pode ser uma alternativa para tanto aumentar as oportunidades da construção civil, assim como melhor a situação de infraestrutura básica para a população. Só que, para isso, é importante que haja vontade política e subsídios para que isto possa se tornar realidade.

Outra vantagem da construção civil é o fato de ser um setor econômico praticamente nacionalizado, isto é, apenas 2% do total dos insumos (materiais, equipamentos e serviços) utilizados na construção são importados. Isso significa que a construção civil pode se desenvolver sem depender da situação da economia mundial, e também que seu crescimento não vai acarretar aumento de gastos com importações para o país.

blog-eqmix-construção civil- fortaleza-parede-drywall

Drywall: Paredes sustentáveis e inovadoras

 

blog-eqmix-construção civil- fortaleza-parede-drywall

Quando pensamos em paredes, imaginamos uma estrutura robusta, rígida, forte, feita por blocos ou tijolos assentados com argamassa, que é conhecido como alvenaria. Essa técnica é bastante tradicional, entretanto, outras tecnologias inovadoras estão sendo empregadas nos novos empreendimentos imobiliários, e uma delas são as paredes de Drywall. A tradução do termo significa “paredes secas”,  sendo uma ideia principal do sistema industrializado de paredes internas, formado basicamente por um perfil metálico galvanizado, isolamento e placas de gesso acartonado, que vem facilitando o processo da construção civil por ser fácil, rápido, limpo e econômico.

Quando comparado à alvenaria, o sistema é menos resistente, porém atende aos quesitos de desempenho quanto a peso, impacto, resistência a fogo e a isolamento acústico normatizado pela agência brasileira de normas técnicas (ABNT). Além disso, o material suporta tranquilamente tremores, vibrações, chutes, batidas de portas, choques com móveis, entre outros. Os fabricantes, geralmente oferecem em média garantia de cinco anos do produto, sendo que a vida útil pode ser prolongada se não houver contato direto com a água.

blog-eqmix-construção civil- fortaleza-drywall-2

Existem três tipos de Drywall, que se diferenciam pela cor do cartão na parte interna, visto que a parte externa deve estar virada para o lado do acabamento final. O verde é composto por silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, permitindo a instalação em áreas úmidas como banheiros, cozinhas, etc; o rosa é mais resistente ao fogo, por isso pode ser aplicado próximo a fontes de calor como fogões; e o branco é o básico, usado em ambientes secos.

A instalação é rápida e feita por poucos profissionais, e em um dia, dois profissionais conseguem erguer aproximadamente 30 metros quadrados de paredes. Para serem instaladas, primeiro colocam-se as guias metálicas no piso e no teto que sustentarão os perfis de aço galvanizado. O segundo passo é o tratamento das juntas com massas e fitas específicas, a fim de reforçar o ponto e deixá-lo mais lisas. E, por fim, o acabamento, que pode ser feito com pintura, cerâmica, madeira, etc.

O custo varia dependendo do tamanho e da dificuldade do projeto, variando entre R$ 55,00 a R$ 130,00 o m². Outro ponto, é que o projeto pode ser orçado com exatidão, evitando perdas e sujeira. A menor espessura do material garante um espaço mais amplo e a facilidade de reformas, todo conforto e sua praticidade podem ser atrativos para um cliente em uma possível compra.

O conforto acústico e térmico já é proporcionado pelo sistema por si só, pois em seu interior há uma bolsa de ar, contudo pode ser aperfeiçoado pelo preenchimento com os forros especiais que alcançam altos índices de proteção acústica através da lã mineral, também existem forros que contribuem com uma maior retenção de odores.

 

eqmix-blog-bim-ferramenta-construçao-civil

BIM: Usos e benefícios para a Construção Civil

eqmix-blog-bim-ferramenta-construçao-civil

 

Esta ferramenta muito utilizada no Mundo e em recente uso no Brasil, representa uma nova geração de ferramentas CAD inteligentes que gerenciam a informação da construção no ciclo de vida do projeto. O Building Information Modeling foi criada para reduzir erros e aumentar a troca de informações entre todos os envolvidos no projeto, fazendo com que a confiabilidade das informações geradas no processo sejam maiores.

O uso do BIM pode acelerar o processo da obra, além de ajudar na manutenção do orçamento,  permitindo assim a exploração de mais alternativas sem sobrecarregar a atividade de orçamento. Resumindo: Com ferramentas BIM, ao modificar o projeto em 3D, da mesma forma que todos os desenhos de documentação (plantas, cortes e detalhes) são automaticamente atualizados, os quantitativos também são instantaneamente recalculados. Isso permite que a análise de custos se estenda por todas as fases do empreendimento, apoiando o processo de decisão.

Aqui no Brasil ainda existe uma certa dificuldade para a implementação desta ferramenta, um deles é a falta de padrões de classificação que é bem diferente da utilizada nos EUA, por exemplo. Outro problema é a necessidade de maior desenvolvimento e melhorias de processos e padronizações dentro dos empreendimentos que estabeleçam qual o nível de detalhe para a modelagem que deve ser adotado em cada fase do projeto.

Outras dificuldades percebidas no nosso mercado é a falta de um profissional especializado para gerenciar melhor a ferramenta, o chamado Gerente BIM (BIM Manager), que é o responsável pela organização.

Mesmo com alguns obstáculos a serem enfrentados, o BIM está sendo introduzido ao nosso mercado aos poucos. Por suas muitas vantagens potenciais, tem atraído cada vez mais a atenção dos profissionais de AEC [arquitetura, engenharia e construção] no mundo todo e também no Brasil. À parte de alguns esforços organizados de associações profissionais, o que se vê são iniciativas individuais de escritórios de projetos, grandes incorporadoras e construtoras no sentido de experimentar essa tecnologia no Brasil, procurando utilizá-la em projetos-piloto.

Contato




Localização